10 raças de cães que não latem muito

Cada cachorrinho possui características próprias e hábitos únicos, porém é fato que podem possuir características comuns à sua raça. O motivo dessas similaridades de comportamentos dentro das raças é a herança genética.

Entretanto, dentro do desenvolvimento das raças é possível ver que alguns cães foram criados com características físicas ou comportamentais específicas, como por exemplo latir menos.

Os cães latem por vários motivos, mas principalmente é uma forma de comunicação mais direta entre eles e também uma maneira de se comunicar com os humanos. Porém como podemos não entender especificamente o que significa um latido, precisamos observar sua linguagem corporal e outros sinais.

Quando adotamos um cachorro que não late muito, precisamos prestar ainda mais atenção aos outros sinais de comunicação. Além disso, só porque um cachorro não late muito, não significa que ele não fará outras vocalizações. Isso é algo que você pode ver com algumas dessas raças de cães que latem menos:

  • Basenji
  • Bloodhound
  • Terra Nova
  • Akita Inu
  • Rottweiler
  • Labrador Retriever
  • Pastor australiano
  • Dogue Alemão
  • Pug
  • Buldogue

Confira as características de cada uma dessas raças!

1. Basenji

Conhecida como uma das raças mais antigas do mundo, é originária da África e é particularmente conhecida por latir o mínimo. Embora nossa lista não seja classificada do mais baixo para o mais barulhento, o Basenji se encaixa perfeitamente no primeiro lugar como o cachorro que late menos.

Apesar de não soltarem muitos latidos, isso não quer dizer que não façam barulho. Em vez de latir, eles emitem um som semelhante a um yodel (Iodelei) que não se parece em nada com o latido tradicional. Alguns pensam que até soa um pouco como uma risada. Isso se deve à sua constituição física, já que sua laringe tem formato diferente, resultando em uma vocalização única.

Essas características não torna o Basenji um cão pacato, muito pelo contrário, são muito ativos e precisam de muito exercício. Eles também precisam de reforço positivo e bastante estimulação cognitiva para ter uma vida feliz e saudável.

2. Bloodhound (Cão-de-santo-humberto)

O Bloodhound também possui uma personalidade calma e por isso não latem excessivamente. Usam os latidos para sinalizar necessidades e perigos. São conhecidos por serem tranquilos e ótimos companheiros para as famílias.

No entanto, só porque são cães que não latem muito, não significa que sejam inativos. Bloodhounds são conhecidos por suas habilidades superiores de rastreamento que podem torná-los muito tenazes e, às vezes, obstinados.

3. Terra Nova

O Terra Nova é um cão de grande sensibilidade, silencioso, muito amoroso e dócil, tanto que é considerada uma das melhores para crianças. Mesmo que uma criança pequena puxe o rabo do cachorro, dificilmente ele latirá ou reagirá negativamente.

Além dessas características, os cachorros Terra Nova gostam de  aproveitar a água e tem sido amplamente usado como cães de resgate.

4. Akita Inu

O Akita Inu é um cão brincalhão, muitas vezes travesso, demandam muita atenção e podem ser difíceis para algumas pessoas. No entanto, eles geralmente não se expressam latindo, pelo menos não excessivamente. Dizem que quando um Akita late é porque eles têm uma razão importante para fazê-lo.

Os cães dessa raça podem se tornar territoriais e reservados com estranhos, então, se alguém se aproximar de sua propriedade, eles podem latir. Com a família e quando estão felizes, costuma não ser assim.

5. Rottweiler

Se você já viu alguns filmes de ação dos anos 80, é provável que tenha testemunhado uma cena com um rottweiler latindo em algum depósito abandonado. Esses filmes alimentam a reputação de serem agressivos e de temperamento explosivo, ou seja, são cães perigosos. No entanto, a natureza dos Rottweilers está longe de ser essa, eles são realmente uma das raças mais amorosas e leais que você pode encontrar.

Lealdade é o motivo pelo qual um rottweiler pode latir, especialmente se ele foi treinado para isso. Eles são muito protetores com sua família e têm sido usados ​​como cães de guarda para alertar sobre intrusos. No entanto, quando estão com a família, não costumam latir para se expressar de outra forma.

6. Labrador Retriever

Além de ser um cão muito carinhoso, o Labrador Retriever é conhecido por não latir excessivamente, ser brincalhão e muito ativo. Embora sejam considerados quase a figura real do melhor amigo do homem, o Labrador precisa de socialização e educação adequadas, como qualquer outra raça. Caso não possuam o reforço correto, podem se tornar destrutivos. Por essa razão é necessário que tenham bastante atenção, amor e educação.

7. Pastor australiano

O pastor australiano é um cão extremamente ativo, na verdade poderíamos dizer que suas principais características são o entusiasmo, a vitalidade e a energia. Mas essas características não trazem o hábito de latir muito.

Muitas pessoas confundem o pastor australiano com o Border Collie, principalmente por terem muito em comum, como a necessidade de treinamento. Enquanto todos os cães precisam de educação, alguns precisam de treinamento mais do que outros para direcionar sua energia de forma adequada. O pastor australiano é uma dessas raças de cães. Embora sejam conhecidos por não latirem muito, eles o farão se não receberem estímulo suficiente.

8. Dogue Alemão

Acaba sendo uma boa característica que o Dogue Alemão seja uma raça de cachorro que não late muito, pois se o fizesse, nunca teríamos paz. Afinal se um cachorro de porte tão grande latisse o tempo todo, não conseguiríamos ouvir nosso pensamento.

O Dogue Alemão é um cão geralmente calmo e relaxado que pode ser um excelente animal de estimação para a família. Eles precisarão de bastante estímulo e oportunidades para se exercitar. Apesar de seu tamanho, eles são na verdade um animal de estimação que pode viver bem em um apartamento. Desde que tenham espaço para descansar confortavelmente e bastante acesso ao exterior quando precisarem.

9. Pug

Podemos afirmar que o Pug é um dos cães mais silenciosos que existe. Por serem braquicefálicos, apresentam dificuldade para respirar. Seu palato encurtado significa que não conseguem inalar bem o ar, resultando em muitos grunhidos e ruídos de respiração. No entanto, isso não significa que eles estão propensos a latir.

Embora possam ser indisciplinados, eles são amorosos e geralmente dóceis. É por isso que eles se tornaram os cães favoritos para muitas famílias, é fácil se apaixonar por eles.

10. Bulldog

Quer sejam do tipo Bulldog Francês, Inglês ou Americano, todos são considerados cães que não latem muito. Bulldogs geralmente não precisam de tanto exercício quanto outras raças de cães e vivem em um estado de paz e tranquilidade. São perfeitos para pessoas que não têm tempo para fazer exercício, mas querem ter um cão carinhoso ao seu lado.

Outras raças de cães que não latem muito

Além das raças citadas anteriormente, existem outras que são conhecidas por não latirem muito, como por exemplo:

  • Galgo Inglês;
  • Shar-pei;
  • Galgo afegão;
  • Cavalier King Charles Spaniel;
  • Boiadeiro de Berna (Bernese Mountain Dog);
  • Deerhound escocês;
  • Rhodesian Ridgeback;
  • Coton de Tulear;
  • Whippet;
  • Terrier escocês;
  • Shiba Inu;
  • Setter irlandês;
  • Saluki.

É importante notar que, independentemente da raça, um cão que late muito provavelmente se deve a um problema. Embora possa parecer que seu cão não está latindo para nada, há uma razão por trás desse comportamento. Eles podem estar estressados, sofrendo de ansiedade de separação ou até mesmo ter um problema de saúde, então o indicado é a consulta ao veterinário.

fonte: tudo de bicho

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.