Gatos sentem frio? Cuidados durante o inverno

Amor ao Bicho Farmácia Veterinária

Há quem ame, há quem odeie. A verdade é que, independentemente se você goste ou não das baixas temperaturas, saber se gato sente frio durante o inverno é muito importante.

Embora seja um pouco “óbvio” para muitos tutores, essa é uma dúvida muito comum e que deve ser solucionada para garantir o bem-estar dos pets. Continue a leitura e descubra se gatos sentem frio e como protegê-los durante o inverno.

Gato sente frio?

Sim, assim como os cães, gato sente frio, também. Independentemente do tamanho da pelagem, os felinos são sensíveis às baixas temperaturas e, por isso, precisam de cuidados especiais no inverno.

Inclusive, muitos pesquisadores acreditam que os gatos são mais sensíveis ao frio porque seus ancestrais foram criados em áreas desérticas. Ou seja, locais muito quentes. Assim, eles são acostumados por natureza a dias de calor.

Qual temperatura o gato sente frio?

A temperatura corporal dos felinos fica entre 38,5 °C e 39,5 °C. Um pouco acima dos seres humanos, que varia entre 36,5ºC e 37ºC.

Variações bruscas de temperatura podem fazer com que o gato sinta frio, especialmente se ele não tiver um local adequado para se abrigar. Assim como acontece com os humanos, também é comum que alguns felinos sejam mais “friorentos” do que outros, algo que pode variar de acordo com a fase de vida e até mesmo fatores individuais.

Raças de gatos que mais sentem frio

A princípio, os filhotes e idosos precisam de uma atenção redobrada no inverno. Mas existem algumas raças de gato que sentem mais frio como aquelas que possuem menos gordura corporal e as sem pelos, por exemplo. Veja a seguir:

  • Sphynx
  • Don Sphynx
  • Bambino
  • Cornish Rex
  • Chartreux
  • Siamês

Como saber se o gato está com frio?

Um gato com frio normalmente fica com as orelhas, patas e focinho mais gelados. Mas, além disso, é comum que ele fique mais encolhido, escondido em seus locais favoritos e mais parado e próximo dos humanos ou outros pets que o normal.

É importante conhecer um pouco sobre o comportamento do gato no frio. Assim, você saberá quando ele precisa ser aquecido, garantindo o bem-estar dele e o livrando de problemas de saúde causados pelas baixas temperaturas.

Problemas mais comuns durante o inverno

Rinite, asma, sinusite, gripe, pneumonia… essas são as doenças comuns em nós, humanos, durante o inverno. Os gatos, por sua vez, também não escapam dos problemas devido às baixas temperaturas.

A “gripe felina”, por exemplo, é extremamente comum durante o inverno e os sinais apresentados são bem parecidos com os da gripe humana: febre, tosse, espirros e nariz com secreção.

A asma, ou bronquite felina, também é um problema recorrente. Os principais sinais são: tosse, dificuldade para respirar, respiração mais acelerada, mucosas roxas e emagrecimento repentino.

Informação importante: dificilmente o seu gato vai apresentar sinais de que está precisando de ajuda. Por isso, você precisa ficar bem de olho no comportamento dele.

Uma boa dica é se atentar à higiene. Se o seu felino está apático e parecer um pouco “desajeitado”, provavelmente há algum problema com ele.

Como aquecer o gato no inverno?

São várias formas de como aquecer o gato no frio. Além de um abrigo bem quentinho, veja algumas dicas que podem te ajudar a garantir a saúde do seu pet:

1- Roupinhas

Uma dúvida que muita gente tem é se, assim como os cães, os gatos podem usar roupa. A verdade é que tudo depende do seu pet. Alguns não gostam de ter seus movimentos restringidos. Outros já nem ligam tanto.

Nesse caso, o ideal é observar os sinais que o seu pet apresenta quando está usando o tecido. Se ele não gostar da ideia de usar uma roupa para gatos, aconselhamos que siga as outras dicas para aquecê-lo.

Lembre-se: a gente sabe que é bonitinho ver um gatinho de roupa. Mas nunca devemos forçá-los a usar!

2- Cama

Quando o gato sente frio é normal que ele se esconda em lugares mais aconchegantes. Dessa forma, oferecer uma boa caminha ou até mesmo uma toca para gatos pode ajudar a se aquecer durante o inverno.

3- Ambiente

Ar-condicionado ligado durante o inverno? Nem pensar! O ideal é deixar o ambiente o mais quente possível, bloqueando principalmente as passagens de vento.

Além disso, aos tutores que costumam deixar os gatos darem aquela voltinha na vizinhança, além de ser muito perigoso, independentemente da temperatura, podem deixá-los mais suscetíveis às doenças comuns no inverno.

4- Alimentação e vacinação

Por último, a última dica é… oferecer uma ração de qualidade e a carteirinha de vacinação em dia! Isso fará com que o organismo e a imunidade do seu felino funcionem melhor e, assim, ele se manterá saudável também durante o inverno.

A água também tem um papel importante. A gente sabe que os felinos não costumam beber tanto líquido e no inverno isso pode piorar. Por isso, deixe sempre um bebedouro com água fresca e limpa por perto. Uma fonte de água para gatos também pode ser útil.

Fonte: Petlove

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.